Plano de Saúde Curitiba PR
  • Whatsapp: (41) 99692-1000
  • Telefone: (41) 4101-1000

Noticias. e. Novidades

Homeopatia

VISÃO GERAL
O que é homeopatia?
A ideia principal por trás da homeopatia é a Lei dos Semelhantes, que algumas vezes é explicada como "semelhante cura semelhante" No fim do século XVIII, um médico alemão chamado Samuel Hahnemann leu que a quitina contida na quina (chinchona) curava a malária. Hahnemann engoliu uma dose de quina e começou a sentir-se febril, sonolento, com extrema sede e agitado, todos os sintomas da malária. Hahnemann começou a fazer mais experimentos e formou a sua teoria de que semelhante cura semelhante, ou a Lei dos Semelhantes: quando uma substância em grandes doses causa certos sintomas, em pequenas doses ela pode curar estes mesmos sintomas.
Ervas e outras plantas, minerais, veneno de cobras e outras substâncias podem ser utilizados na fabricação de remédios homeopáticos. Eles são diluídos de novo e de novo e com a sucussão ou agitação vigorosa entre cada diluição. O processo de diluição sequencial e sucussão é chamado de potencialização.
Como a homeopatia funciona?
Os remédios homeopáticos começam com substâncias como ervas, minerais e produtos de animais. Estas substâncias são primeiro esmagadas e dissolvidas em um líquido, normalmente álcool de cereais ou lactose, mecanicamente agitadas e, então, armazenadas. Esta é a "tintura mãe". Os homeopatas, então, diluem tinturas com mais álcool ou lactose, em 1 parte para 10 (escrito como "x") ou 1 parte para 100 (escrito como "c). Estas tinturas são agitadas, produzindo uma diluição de 1x ou 1c. Homeopatas podem diluir estas tinturas ainda mais 2 vezes (2x ou 2c), ou 3 vezes (3x ou 3c) e assim por diante. Muitas vezes profissionais homeopatas utilizarão diluições muito maiores, porque acredita-se quanto mais diluída a substância, mais potentes são seus poderes que cura.
Os remédios homeopáticos buscam estimular os mecanismos de cura do próprio corpo. Os homeopatas acreditam que qualquer doença física possui um componente mental e emocional. Portanto, um diagnóstico homeopático inclui sintomas físicos (como estado febril), estado emocional e psicológico atual (como ansiedade e inquietação) e o temperamento da pessoa. O temperamento de uma pessoa inclui qualidades relacionadas à criatividade, iniciativa, persistência, concentração, sensibilidades físicas e estamina. O remédio certo para uma condição levará em conta estes aspectos, portanto cada diagnóstico e remédio é individualizado. Isto significa que 3 pessoas com febre do feno podem precisar de 3 prescrições diferentes.
Lojas de produtos saudáveis e algumas farmácias vendem remédios homeopáticos para uma variedade de problemas. Normalmente, os remédios são utilizados por não mais que 2 a 3 dias, embora algumas pessoas possam precisar de apenas 1 ou 2 doses antes de começarem a sentir melhora. Em alguns casos, doses diárias podem ser prescritas.
O que acontece durante uma consulta com um homeopata?
A sua primeira consulta com um homeopata pode levar de 1 a 2 1/2 horas. Uma vez que os homeopatas tratam a pessoa ao invés de tratar a doença, o homeopata questionará você extensamente, fazendo muitas perguntas e observando traços da personalidade, bem como comportamentos anormais e sintomas físicos. O homeopata também realizará um exame físico e possivelmente solicitará exames de laboratório.
Quais doenças e condições respondem bem?
As evidências científicas são variadas. Em alguns testes clínicos, a homeopatia não apresentou diferença do placebo. Em outros estudos clínicos, pesquisadores acreditaram ver benefícios com a homeopatia. É necessária mais pesquisa clínica controlada.
Evidências preliminares mostram que a homeopatia pode ser útil para tratar diarreia infantil, otite média (infecção no ouvido), asma, fibromialgia, síndrome da fadiga crônica, sintomas da menopausa como ondas de calor, dores, alergias, infecções do trato respiratório superior, músculos inflamados, resfriados e gripe. Alguns homeopatas especializam-se em tratar doenças graves, como câncer, doenças mentais e doenças autoimunes. De fato, diversos estudos sugerem que pode haver um papel para a homeopatia no alívio de sintomas e melhoria da qualidade de vida entre pacientes com câncer. Você não deve tratar uma doença perigosa apenas com homeopatia. Sempre certifique-se de que o seu médico sabe sobre as diferentes terapias que você está utilizando.
Medicamentos homeopáticos geralmente não causam efeitos colaterais por serem diluídos. Entretanto, algumas pessoas relatam sentir-se pior logo após começar a usar remédios homeopáticos. Os homeopatas interpretam isto como o corpo temporariamente estimulando sintomas enquanto esforça-se para restabelecer a saúde. Os remédios homeopáticos não são conhecidos por interferir com medicamentos convencionais. Entretanto, se você estiver considerando utilizar remédios homeopáticos, converse com o seu médico.

Fonte: http://www.cuidadosmil.com.br/artigo/92_000352/

Planos de Saúde e Odontológicos que cabem no seu Bolso ;)