Plano de Saúde Curitiba PR
  • Whatsapp: (41) 99692-1000
  • Telefone: (41) 4101-1000

Noticias. e. Novidades

Fique saudável durante a gravidez

Reduzindo o risco de parto prematuro

REDUZINDO O RISCO DE PARTO PREMATURO
O trabalho de parto que começa antes da 38ª semana é considerado "pré-termo" ou "prematuro". Aproximadamente 1 em cada 10 bebês nascidos nos Estados Unidos é prematuro. Ninguém sabe ao certo a causa do nascimento prematuro, porém algumas situações aumentam as chances disto acontecer. Estas incluem o seguinte:
  • Pré-eclâmpsia, uma forma de pressão alta que pode se desenvolver na segunda metade da gestação.
  • Problemas de saúde da mãe, tais como doença renal, diabetes ou doença do coração.
  • Gestação de múltiplos. Cerca de 97% das gestações de gêmeos, por exemplo, resultam em trabalho de parto prematuro.
  • Problemas com a placenta, tais como placenta prévia ou descolamento de placenta.
  • Problemas com o útero, tais como defeitos estruturais, cérvix incompetente ou fibroides.
  • Trabalho de parto ou parto prematuro anterior.
  • Intervalos curtos (menos de um ano) entre gestações.
  • Ter menos de 18 e mais de 40 anos de idade durante a gestação.
  • Ruptura prematura das membranas.
  • Outras causas incluem infecções vaginais, má nutrição, estresse, depressão, tabagismo e abuso de álcool e drogas.
Fique ciente também dos sintomas de trabalho de parto prematuro e procure cuidado médico imediatamente se apresentar o seguinte:
  • Contrações uterinas, dor na parte inferior das costas ou pressão na virilha ou coxas.
  • Fluído que sai da vagina em pingos ou golfadas.
  • Sangramento vaginal.
  • Corrimento mucoso e espesso tingido de sangue.
  • Cólicas abdominais.
  • Dores de cabeça severas e persistentes.
  • Tontura e distúrbios visuais.
  • Febre ou calafrios.
  • Vômito frequente (mais de duas vezes por dia).
  • Micção dolorosa.
  • Levedura ou outras infecções vaginais (corrimento amarelado ou esverdeado, coceira ou odor vaginal forte).
Para reduzir seu risco de trabalho de parto prematuro, continue a seguir os conselhos do médico quanto à dieta, exercícios, repouso e outros assuntos relacionados à saúde. Entre em contato imediatamente com seu médico se apresentar qualquer sintoma preocupante.
Fonte: http://www.cuidadosmil.com.br/artigo/91_000228/

Planos de Saúde e Odontológicos que cabem no seu Bolso ;)